Esquinas tornaram-se objeto de desejo das principais redes de drogarias

Blog | Construção | Varejo

O consumidor brasileiro já percebeu que as esquinas de nossas principais cidades estão sendo tomadas em ritmo acelerado pelas drogarias.

Investidores compram imóveis, demolem e constroem imóveis com no mínimo cinco vagas de estacionamento e depois oferecem para as principais marcas do setor de drogarias.

Pontos comerciais de fluxo privilegiado custam muito mais que os outros — muitas vezes, separados por alguns metros de distância.

Grandes varejistas do setor farmacêutico asseguram que drogarias instaladas nas chamadas esquinas “positivas” — aquelas que ficam depois de um cruzamento — faturam muito mais. O motivo é obvio; maior visibilidade do ponto comercial em relação as esquinas negativas e imóveis localizados no meio de quadra.

Sob todos aspectos um ponto comercial em uma esquina privilegiada é algo institucional com resultados rápidos.

Por isso, as redes de drogarias perceberam que é melhor pagar um preço de aluguel maior em um imóvel de esquina do que um valor inferior de locação em um imóvel no meio da quadra onde o resultado será duvidoso visto que alcançar clientes será uma tarefa muito mais difícil.

O potencial de vendas quando a drogaria se localiza em uma esquina estratégica podemos dizer sem exageros: “ Não há competição com a concorrência! ”

Compartilhe essa notícia!


Comente! ( comentários)